Waaktaar & Zoe – “World of Trouble”

Foi lançado pela Drabant Music no mês passado o álbum “World of Trouble”, do projeto Waaktaar & Zoe. O trabalho está disponível digitalmente no Spotify, iTunes, Amazon, e outras plataformas, e podem ser acessados através deste link: Waaktaar & Zoe album.

Se você preferir formatos físicos, o álbum também está disponível em CD, vinil preto, vinil roxo e vinil azul. Todos os formatos podem ser encomendados da Drabant Music (distribuição mundial).

O crítico de música Olav Solvang escreve que Paul “oferece várias aplicações sólidas para novos clássicos do pop” e que os vocais de Zoe “se encaixam perfeitamente com as músicas peculiares e às vezes exigentes de Waaktaar”, enquanto em um review na edição impressa de Vårt Land, ele sente que “Beautiful Burnout” é “uma música pop poderosa que deve se tornar um sucesso internacional” e que ela canta “com uma maturidade e presença impressionantes”.

Faixas do álbum:

1. Beautiful Burnout (Ver vídeo)
2. Tearful Girl (Ver vídeo)
3. World of Trouble
4. Laundromat
5. Mammoth
6. They to Me and I to Them
7. Winter Wants Me Empty
8. Ancient Arches
9. Open Face (Ver vídeo)
10. The Sequoia Has Fallen

Para seguir Waaktaar & Zoe nas redes sociais, acesse os links:  FacebookTwitter e Instagram.

Trecho da reportagem publicada no site oficial do a-ha (a-ha.com).

O jornalista Emil Mohr descreve o estúdio na casa de Paul no Brooklyn como virtualmente transbordando com equipamentos de música – guitarras vintage, microfones, teclados, um sintetizador modular gigante e muito mais.

Paul, o engenheiro de som, gosta de experimentar com esta grande variedade de equipamentos, quer esteja trabalhando com Zoe ou com Morten, que visitou a família Waaktaar-Savoy e passou algum tempo trabalhando com Paul em seu estúdio no Brooklyn.

O principal ímpeto para a entrevista é, naturalmente, o lançamento do álbum de estréia de Waaktaar e Zoe, ‘World of Trouble’ , na sexta-feira passada pela gravadora norueguesa Drabant . Paul discute o projeto com emoção óbvia, e elogia a voz clara de Zoe, descrevendo sua capacidade de canto como “sábia além de seus anos”. Com poucas exceções, Paul toca todos os instrumentos no próprio álbum.

A entrevista cobre o processo de mixagem de álbuns com Steve Osborne, os desafios da composição (“Cada corte tem seus próprios enigmas matemáticos enormes que você tenta resolver. Às vezes, está tudo bem – às vezes você vai fazer rondas violentas consigo mesmo antes de achar que tinha o direito da Ideia básica em primeiro lugar “), o que Paul tem feito musicalmente desde a sua última versão solo (“Eu trabalhei continuamente, apesar de não ter lançado nada nos últimos cinco anos, tenho trabalhado todos os dias”) E muito mais sobre – você adivinhou – engrenagem, instrumentos e tecnologia.

Para aqueles que anseiam mais detalhes de um ponto de vista de engenharia de som, o artigo completo bem vale uma leitura. Estamos apenas apresentando um resumo aqui, cortesia do autor, por isso não deixe de conferir a revista se você tiver uma chance.

No entanto, podemos oferecer aos fãs de a-ha um par de citações interessantes:

Até que ponto você está ciente de que as canções são destinadas para você escrevê-las – você acha que é para o A-ha, Savoy, Waaktaar & Zoe? Emil pergunta a Paul. 

Não, eu estou tentando fazer o melhor para o álbum atual com o material que é escrito na época. As coisas vêm um pouco gradualmente. Muitas das músicas que eu tentei pela primeira vez com Zoë, acabaram com A-ha. “Cast in Steel”, “Under the Makeup” e assim por diante – ela cantou-los incrível. Para ser honesto, eu estava um pouco dividido quanto à interpretação que eu mais gostava. Ambos têm qualidades que o outro não tem, o que torna muito interessante para mim”.

E sobre o status do a-ha?

“Bem, a última turnê foi uma experiência muito positiva. Eu senti que soava legal, então eu tenho um bom sentimento sobre isso. Espero que possamos conseguir algo mais”.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s